Púlpito

A História da Vaca e dos 4 cãezinhos

A história da humanidade é escrita em várias linhas. Numa dessas linhas, estão os crimes cometidos contra a humanidade. No tempo dos romanos, os prisioneiros de guerra, eram usados como Gladiadores, que tinham por objetivo matar ou ser morto na arena – tudo por vontade do seu dominus. Na Idade Média, qualquer pessoa suspeita de bruxaria era queimada viva na praça pública – de entre os vários instrumentos de tortura, a fogueira era capaz de ser a menos dolorosa. Numa época não tão distante, a Alemanha escreveu na história um dos mais violentos crimes contra a humanidade – O Holocausto Judeu, onde todos os Judeus eram mortos, por serem isso mesmo – Judeus. Isto são os animais racionais contra a sua própria humanidade. Agora contra os animais irracionais as atrocidades são tão ou mais violentas práticas por nós – Humanos.

Noutra linha ténue entre o mundo animal e os mundo dos homens as diferenças não são muitas. A prática de tourada em Portugal já remonta ao século XII. Desde lá até então, parece que nada mudou. O touro continua a ter a mesma função, o cavalo continua a ser montado pelo homem. E o sangue a escorrer no dorso do touro é o que anima mais a multidão. Parece que quanto mais sangue o touro deitar, melhor é o toureiro. Dizem eles, os entendidos.

Mas como o touro não sofre o suficiente com a setas espetadas no dorso, parece que o toureiro português João Moura Jr., que completou o 9º Ano de escolaridade, começou uma nova prática – atiçar cães de grande porte a vacas. Segundo ele, os cães estavam somente a guardar a vaca mansa. O que o João Moura não sabe é que algumas pessoas usam óculos e a poeira para tapar os olhos em alguns não resulta.

O João Moura possivelmente não estudou o suficiente de história e ficou na matéria sobre os romanos. Onde os seus cães são os gladiadores e a vaca sua a gladiadora e ambos têm de lutar na arena até que a morte bata à porta de algum. Até podia ser a desculpa perfeita da história para o João Moura. Há pessoas que não tem predisposição para estudar. Mas a falta de escolaridade não faz de ninguém menor do que outra pessoa. O que nos torna melhores que os outros é o nosso coração. Mas isso é outro assunto.

No fim, João Moura JR não irá pagar pelo que fez, e a sua desculpa de que realmente o cães estavam a guardar a vaca mansa irá ganhar contra as várias acusações das associações de proteção de animais. Se os animais falassem e se as leis fossem a favor dos animais não teríamos o mundo perfeito, mas ajudava.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s