Internacional

Obama garante que “ninguém ouve chamadas telefónicas” dos americanos

O presidente norte-americano veio, esta sexta-feira, assegurar que o Congresso autorizou os programas de vigilância de comunicações, usados pelos serviços de segurança.

Obama quer assegurar a segurança e a vida privada dos americanos (Fotografia: g1.globo.com)

Obama quer assegurar a segurança e a vida privada dos americanos
(Fotografia: g1.globo.com)

Depois da polémica que se gerou sobre a divulgação de informações nos media sobre uma enorme operação de recolha de dados, Barack Obama garantiu que “ninguém ouve as chamadas telefónicas dos cidadãos norte-americanos” e que “esse não é o propósito do programa”, avançou a agência Lusa.

O presidente americano comprometeu-se a honrar o compromisso entre segurança e vida privada, protegendo, assim, os Estados Unidos que têm sido alvo de ataques terroristas.

Na terça-feira desta semana, o jornal britânico The Guardian, revelou uma ordem judicial da Agência Nacional de Segurança dos EUA que obriga a operadora Verizon a entregar, todos os dias, os dados telefónicos dos seus 121 milhões de clientes. Com isto, o governo federal fica com poderes ilimitados para aceder a números de telefone e à localização e duração das chamadas.

Segundo a Lusa, os serviços de segurança “examinam números de telefone e a duração das chamadas. Não olham para o nome das pessoas. Não examinam o conteúdo. Mas analisando estes dados, podem identificar pistas sobre pessoas que podem recorrer ao terrorismo.”

Patrícia Silva

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s