Nacional

Ex-empresa do primeiro-ministro investigada pelo Gabinete Antifraude da UE

A União Europeia e o governo português  já trocaram informações sobre possíveis irregularidades no financiamento da empresa Tecnoforma.

Foi através do gabinete do Comissário do Emprego e Assuntos Sociais, Lázló Andor, que a Comissão Europeia informou a eurodeputada socialista Ana Gomes que o gabinete de luta anti-fraude abriu, em Março, uma investigação às alegadas irregularidades relativamente ao financiamento da Tecnoforma e da ONG Centro Português e Cooperação. Ambas foram dirigidas por Pedro Passos Coelho.

Segundo o Diário Económico, a investigação foi aberta em Dezembro de 2012, depois de uma denúncia feita pela eurodeputada Ana Gomes, baseada nas not+icias divulgadas pelo jornal Público “a propósito de alegada má gestão ou fraude na aplicação de fundos europeus por parte da Tecnoforma, na altura [2002/2004] em que Miguel Relvas ocupava o cargo de secretário de Estado da Administração Local, e da ONG fundada pelo atual primeiro-ministro”.

László Andor, comissário da UE, já confirmou que recebeu os recortes das notícias sobre a investigação do jornal Público, e que já trocou informações com o governo nacional.

Ana Gomes, em declarações à TSF espera que sejam apuradas todas as responsabilidades.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s