Internacional / Nacional

Prémio Camões atribuído a Mia Couto

O júri da 25ª edição do Prémio Camões, atribuiu o galardão ao escritor moçambicano Mia Couto. O prémio,o mais importante da literatura em lingua portuguesa, tem o valor de 100 mil euros, foi anunciado ao princípio da noite desta segunda-feira no Rio de Janeiro.

Luís Carlos Petraquim, escritor e jornalista moçambicano, afirmou à agência Lusa que a atribuição do prémio a Mia Couto “é boa para as letras moçambicanas e prestigia as literaturas africanas”, e felicitou também o escritor vendedor da 25ª edição do Prémio Camões: ” É um autor muito lido e muito amado. Era uma decisão há muito esperada, pela qualidade e consolidação da obra, que desta vez obteve a unanimidade do júri.

Também em declaração à Lusa, Mia Couto disse ficar “surpreendido e muito feliz” por ter sido distinguido com este prémio, num dia que, não lhe estava a correr de feição. “Recebi a notícia há meia hora, num telefonema que me fizeram do Brasil. Logo hoje, que é um daqueles dias em que a gente pensa: vou jantar, vou deitar-me e quero me apagar do mundo. De repente, apareceu esta chamada telefónica e, obviamente, fiquei muito feliz”.

Mia Couto é o autor de livros como Raiz de Orvalho, Terra Sonâmbula e A Confissão da Leoa . E é o segundo autor de Moçambique a ser distinguido, depois de José Craveirinha em 1991.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s