Nacional

Pai de Passos Coelho quer que o filho saia do Governo

António Passos Coelho, pai do primeiro-ministro, aconselhou o filho a demitir-se e confessou, numa entrevista publicada esta quarta-feira pelo i, que a família não gostou da sua entrada no Governo e que vai fazer uma “festa” quando Pedro Passos Coelho sair.

images

“Vais-te lixar”, avisou António Passos Coelho quando o filho estava em campanha eleitoral
(Fotografia de: paginaglobal.blogspot.com)

O pai de Passos Coelho  afirmou que o filho “está morto por se ver livre disto”. As declarações foram, esta quarta-feira, publicadas pelo jornal i, depois de uma entrevista feita em Vila Real. O médico reformado aconselhou o filho a demitir-se porque “isto não tem conserto” e “toda a gente acha que isto está mau” mas “temos de viver em austeridade, não há volta a dar”.

António Passos Coelho confessou que a família não gostou que o atual primeiro-ministro fosse para o Governo. Segundo o i, há pouco mais de dois anos – em plena campanha eleitoral – o sénior Passos Coelho deixou um recado ao filho “vais-te lixar”. Relembrou, ainda, ter pensado que na altura todos estavam do lado do filho mas “daqui a um ano vão vaiar-te”.

“Coitado, sabe Deus o que ele passa”

O pai de Passos Coelho está consciente das críticas que o filho tem sido alvo e disse ao i que a família vai fazer uma festa quando o filho sair do Governo: “Julgam que o meu filho não sabe? Coitado, sabe Deus o que ele passa. Está morto por se ver livre disto. A gente vai fazer uma festa, cá na família, quando ele se vir livre disto”.

Em defesa de Paulo Portas e António José Seguro

Quanto aos problemas da coligação, António Passos Coelho elogiou Paulo Portas assegurando que “é um moço inteligente, um moço sobredotado” que tem tido problemas no CDS. Acrescentou que “às vezes estes presidentes do partido não fazem aquilo que querem, fazem aquilo que são obrigados a fazer”.

O médico falou, também, de António José Seguro que tem um obstáculo para ultrapassar: “agradar a Deus e ao Diabo, é difícil”. Disse, ainda, que o líder do PS “está a contar muito com a Europa e esquece-se da figura que fez o presidente francês, Hollande. Também ia com muita coragem mas é evidente que as coisas saíram furadas”.

Previsões para as autárquicas

Segundo o i, António Passos Coelho “acredita que os dois anos de governo vão ter uma consequência pesada para o PSD nas eleições deste ano”.

Ainda assim, o filho Pedro Passos Coelho já garantiu não abandonar o Governo, independentemente dos resultados das eleições locais. Segundo o pai do primeiro-ministro, quando aconselhou o filho a entregar o Governo, a sua resposta foi “olhe pai, é evidente que posso fazer isso mas vai ser uma tragédia para o país. Tudo o que conseguimos cai de um dia para o outro (…) isto está na minha mão. Como é que eu posso fazer isso?”, terá dito Pedro Passos Coelho ao pai.

Quem é António Passos Coelho?

O pai do primeiro-ministro está a pouco mais de uma semana de completar 87 anos. Fez carreira como médico e especialista em pneumologia, foi presidente da distrital do PSD de Vila Real e responsável pelo primeiro contacto do filho Pedro com a política quando, em 1978, o levou a um congresso do PSD em Lisboa, explicou o i.

Patrícia Silva

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s