Nacional

Jornalista agredido à saída do Estádio do Dragão

No final do clássico, entre o Porto e Benfica, um repórter e um técnico da RDP/Antena 1 foram agredidos. Os dois funcionários da RDP deram entrada nas urgências do Hospital de Gaia, com ferimentos ligeiros e deverão ter alta médica nas próximas horas.

Quando se preparavam para recolher depoimentos de alguns adeptos, o jornalista Fernando Eurico e o técnico de som Manuel Augusto, foram surpreendidos pelos adeptos.

“Uma situação inacreditável. Estava a colocar o equipamento para fazer a reportagem móvel no estádio, eu e o Manuel Augusto, quando fomos violentamente agredidos por um adepto. Depois, logo a seguir, vieram outros, que continuaram a agredir fisicamente e com insultos. Além disso, foram dando pontapés no carro, impedindo-nos de sair”, descreveu Fernando Eurico.

“O Manuel está todo ‘rebentado’ e eu também apanhei bastante. Pouco depois, fomos aconselhados por outros adeptos do FC Porto, esses bem mais calmos, a abandonar o local” concluiu.

Ainda não há qualquer participação oficial das vítimas sobre as agressões.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s