Internacional

Papa Francisco condena o « trabalho escravo»

Durante a homilia que assinalou no Vaticano o 1ª de Maio, o Papa Francisco condenou o trabalho escravo.

 Os comentários sobre a escravatura surgem no caso vivido pelas vítimas do desabamento de um prédio em Bangladesh, onde funcionavam fábricas de têxteis. O Papa Francisco considera que uma sociedade em que «não é dada a todos a possibilidade» de ter um emprego não é justa».

 O Papa acrescentou ainda que um título de uma manchete sobre Bangladesh que o impressionou foi « Vivia com 38 euros por mês». O atual pontífice lamentou, ainda, a forma « como eram pagas as pessoas que morreram. Isto é chamado trabalho escravo».

 No fim da homilia, o Papa questionou que « «Hoje, no mundo, esta escravidão está a ser dirigida contra algo bonito que Deus nos deu: a capacidade de criar, de trabalhar, de ter dignidade. Quantos irmãos e irmãs se encontram nesta situação?».

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s