Em Foco

Partilhar o pouco que temos por quem nada tem

“Partilhar o pouco que temos por quem nada tem”, é o lema de um grupo de pessoas que se juntam para satisfazerem as necessidades daqueles que mais precisam.

A iniciativa derivou do polemico grupo Anonymous, mais conhecido pelos seus famosos hackers, mas logo se espalhou pela população geral.

541553_469702739762679_414317993_n

O objetivo é juntar o maior número de alimentos e roupas e distribui-los pelos sem-abrigo que habitam as ruas da capital.

O ponto de encontro é, por volta das 16 horas, na casa do Pedro, que não se importa de abrir as suas portas ao resto da malta, como eles dizem. Na casa do Pedro preparam-se as comidas., grandes panelas são utilizadas para se fazerem grandes quantidades de comida que mais tarde serão distribuídas.

Nota-se uma grande alegria na cara das pessoas, o saberem que estão a ajudar outros deixa-as com um sorriso no rosto.

“O piteu está pronto” diz a Raquel, uma das muitas pessoas que vem todas as sextas-feiras de Sintra para Lisboa, tudo para ajudar quem mais precisa. Segundo ela um dia podemos ser nós a precisar de uma ajuda igual.

Começam-se a preparar as comidas individuais, pequenos taparueres com comida e uma garrafa de água é o que iremos dar aos sem-abrigos.

Por volta das 20 horas o pessoal junta-se todo perto do Rato, onde se fazem grupos de 4 ou 5 pessoas para se começar a partilha.

É incrível a boa vontade destas pessoas, para quem julgava os Anonymous como malignos, heis um lado diferente deles mesmos.

Ao percorrer as ruas observo um lado que desconhecia, a quantidade de pessoas que vivem e dormem todos os dias nas ruas é inacreditável.

11459_614388271923536_587887645_n

A reação dos sem-abrigo difere muito, uns aceitam bem a nossa ajuda e aceitam as roupas e a comida, alguns pedem mesmo para da próxima vez tentarem trazer certas coisas que lhes fazem mais falta. Mas, há outros que aceitam mal e não querem ser ajudados, é difícil de compreender só quem vive na rua é que consegue.

A distribuição está feita, depois de 3 horas a percorrer algumas ruas de Lisboa, voltamos ao Rato. Os rostos das pessoas só demonstram como faz bem ajudar aqueles que pouco ou nada têm.

Sinto-me mais realizada do que ontem, parece que nos ajuda a libertar as más energias do corpo.

11172_583206071708423_653563922_n

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s