Nacional

Reações da oposição sobre as novas medidas de austeridade

Carlos Zorrinho criticou duramente a atuação do governo (Fonte:tecnologia.com)

Carlos Zorrinho criticou duramente a atuação do governo
(Fonte:tecnologia.com)

Em reação à conferência de imprensa, realizada esta manhã, na qual governo apresentou novas medidas para tapar o buraco orçamental, os Sindicatos da função pública fazem duras críticas ao governo.

Depois de Carlos Zorrinho, líder parlamentar socialista, ter ontem afirmado que o governo está em “dessintonia” com o país, já que considera que “o diálogo vale a pena se houver um sentido de chegada que seja minimamente convergente” foi a vez de a frente comum dar o seu veredicto sobre as medidas tomadas pelo governo na conferência de imprensa desta manhã, acusando o governo de continuar “fora da lei” ao apresentar as novas medidas de austeridade.

Em relação aos subsídios de férias e Natal, Ana Avoila, coordenadora da Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública, considera que “um Governo que este ano vai pagar os subsídios de férias em Novembro já está a tentar que as pessoas não tenham férias”.

De acordo com a comunicação social, os subsídios de férias serão pagos no mês de novembro, mas na realidade a informação correta encontra-se no portal do governo onde informa de que  os subsídios de férias serão pagos em duodécimos e que em novembro será pago o subsídio de natal.

Outra reação que veio a público foi a de Helena Rodrigues, vice presidente dos Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), espera que o governo cumpra o que foi decidido pelo Tribunal Constitucional.

“Aquilo que nós esperamos é que o Governo cumpra a decisão do Tribunal Constitucional. Como o vai fazer, ainda não apresentou aos parceiros, mas desde que tenha intenção de o cumprir… Temos que perceber o que o Governo quer” disse a vice presidente da STE.

Mostrando-se preocupada com os cortes que vão acontecer em todos os ministérios. “Percebemos que o Governo vai reduzir verbas em todos os programas e em todos os serviços, o que quererá dizer uma prestação de um menor serviço. Isto preocupa-nos mas vamos aguardar por aquilo que o Governo vai apresentar”, disse Helena Rodrigues.

Leia ainda:

Dos Estaleiros de Viana ao Hospital de Faro

As quatro vozes do Governo

O regresso dos subsídios

Anúncios

2 thoughts on “Reações da oposição sobre as novas medidas de austeridade

  1. Pingback: O regresso dos subsídios | Clic_Etic_

  2. Pingback: Dos Estaleiros de Viana ao Hospital de Faro | Clic_Etic_

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s