Insólitos / Regiões

Só vendo, (ou ouvindo) porque contado ninguém acredita.

Finalmente tinha chegado o fim da semana, era sexta-feira.
Farta de estar em casa liguei para uma amiga e fui jantar a casa dela. Depois de estarmos à mesa saímos à rua para saciar o vício, a conversa fluía normalmente enquanto o cigarro ardia…
Estávamos no carro de janelas semi-abertas quase a bater o dente. Na zona do Restelo estava frio, era tarde, o silêncio da rua só era incomodado com o barulho do vento a bater nas árvores. Até aí.
Da janela do primeiro andar do prédio que estava a nossa frente soltavam-se uns sons estranhos, incomuns de se ouvir na rua, (pelo menos nas ruas onde passo) mas rapidamente os identificamos como sendo gemidos de prazer sexuais no feminino. Sim, uma mulher cheia de saúde estava em casa com o “seu” parceiro a fazer o que todos os animais fazem. Era tudo normal não fossem os as “notas musicais” da senhora ouvirem-se a metros de distância, eram gritos de prazer tão nítidos e cristalinos que parecia que estávamos dentro dos seus pulmões.
Esta obtenção de prazer erótico público desvendou o nome dele. Andrééé.. gritava ela.
Dentro do carro tentamos abstrair-nos daqueles gemidos sexuais que sem pedirmos embalavam os nossos ouvidos. Mas claro que a felicidade do casal, se tornou o assunto principal e de muita galhofa.
Inevitavelmente no meu inconsciente acusava-os falta de noção, de desrespeito pelos vizinhos, de “desavergonhice”, etc. Eles eram tudo, literalmente tudo, comportavam-se como se estivessem sozinhos no topo no mundo.
Mas na realidade, o casal “Bonnie and Clyde” não me estava a incomodar, antes pelo contrário, admito que fiquei com inveja da felicidade da senhora.
Confesso que nunca tinha assistido a tal espectáculo ao vivo, e que aqueles 20 minutos de prazer público fizeram o meu dia.

Mafalda

Anúncios

One thought on “Só vendo, (ou ouvindo) porque contado ninguém acredita.

  1. Eu quando éra miudo,éra no castélo que via 2 a jogar aos casados ( sarcasmo) mas com a idade e as viagens vi de todas as cores.Hoje com 72 fàço como se nao visse (sarcasmo),sou da madragoa ,mas lisboa percorria por todos os lados ,a pé na pendura …sim,sim vendia jornais nos elétricos.
    Voçês tem um formidavel blog!!Parabems desculpem a minha ortografia ,mas 48 anos é muito para um homem so.Bravo,chapeau…ps. Nem New York chêga aos pés de Lisboa,talvês Paris?? Mas eu gosto muito de Montreal.Bye ever body,thanks

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s