Nacional

Governo recusa aumentar os impostos

 Pedro Passos Coelho anunciou hoje, na residência oficial de São Bento, que o governo recusa aumentar os impostos e que irá reduzir a despesa pública com a segurança social, saúde,educação e empresas públicas. Estas medidas surgem para compensar o chumbo das normas do Orçamento de Estado pelo Tribunal Constitucional.

Na sequência da reunião extraordinária do Conselho de Ministros e da audiência que o Primeiro-Ministro manteve com o Presidente da República, o Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho, fez uma declaração, hoje ao país às 18:30, a partir da residência oficial de São Bento.

Pedro Passos Coelho, na declaração afirmou «A este respeito, quero dizer a todos os portugueses que o Governo não  aceita aumentar mais os impostos, que parece ser a solução que o Tribunal  Constitucional favorece nas suas interpretações. Fazê-lo poria em causa  irremediavelmente as nossas possibilidades de recuperação atempada da economia  e da criação de emprego»

“Para compensar o desequilíbrio agora aberto no Orçamento em 2013 teremos  de pôr em prática, ainda este ano, medidas de contenção da despesa pública,  nomeadamente nas áreas da segurança social, saúde, educação e empresas públicas”,  acrescentou ainda o Primeiro-Ministro.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s