Nacional

Sete em cada dez mulheres sofrem de disfunção sexual, revela um estudo da Universidade do Minho

Sete em cada dez mulheres portuguesas sofrem de disfunção sexual, na maior parte dos casos relacionado com problemas associados ao orgasmo. Revela um estudo feito pela Universidade do Minho.

O Estudo é um dos primeiros a ser feito a nivel nacional.(Fonte:http://www.goodhousekeeping.com/)

O Estudo é um dos primeiros a ser feito a nivel nacional.
(Fonte:http://www.goodhousekeeping.com/)

O estudo revela que, as mulheres com disfunção têm apenas relações sexuais oito vezes por mês, as que não sofrem deste problema têm 12.

Mais de metade das mulheres em idade reprodutiva avaliadas para o estudo disseram não conseguir atingir o orgasmo. 30,7% das mulheres justificam-no como causa o stress, mas também foram apontados outras causas como dores durante o ato sexual, vaginismo (contracções dolorosas e espasmódicas do músculo constritor da vagina) e experiências sexuais indesejadas.

“Esta disfunção traduz-se por uma alteração em qualquer uma das fases do ciclo de resposta sexual (desejo, excitação e orgasmo) ou ainda por perturbações dolorosas associadas ao ato sexual”, explicou a autora do estudo, Bárbara Ribeiro, alertando para o facto de apenas metade daquelas mulheres encararem a disfunção como um problema.

As restantes “tendem a desvalorizar os sintomas” diz Bárbara Ribeiro, acrescentando que “muitas delas ainda não encaram uma vida sexual plena como parte integrante da sua satisfação pessoal, atribuindo mais valor a outros fatores, nomeadamente a vida familiar e a relação com o parceiro”.

O estudo mostra ainda que a contracepção hormonal diminui o desejo sexual, a frequência com que estas mulheres têm relações sexuais diminui, em relação às mulheres que usam outro método contraceptivo.

As participantes neste estudo são utentes de saúde do distrito de Braga, têm idades entre os 18 e os 57 anos, a maioria são casadas (64,2%), têm o 12º ano de escolaridade (23,3%) e trabalham (72,6%).

A média de idades das mulheres neste estudo foi de 35,6 anos.

A nivel mundial a prevalência da disfunção sexual feminina situa-se entre os 25% e os 63%, embora os estudos que foram realizados sejam escassos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s