Internacional

Bebé curado do vírus da SIDA

kebaafrica.org


Mais de 60 milhões de pessoas foram infetadas pelo HIV desde que começou a epidemia
(Imagem: kebaafrica.org)

Pela primeira vez, um bebé infetado com o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) pode ter ficado curado, anunciaram no domingo médicos norte-americanos.

Criança infetada à nascença pela mãe foi tratada com medicamentos mais agressivos nas primeira 30 horas de vida, um método pouco habitual que fez com níveis do vírus ficassem quase indetectáveis no bebe. Para os virologistas, não se trata da erradicação do vírus, mas sim do seu enfraquecimento.

O caso foi apresentado na 20.ª Conferência Anual de Retrovírus e Infeções  Oportunistas, em Atlanta, Estados Unidos.

Deborah Persaud, a médica que liderou a investigação, assegura que a criança, com 2 anos e meio, esteve quase um ano sem medicação, período durante o qual não apresentou sinais do vírus ativo.

Os médicos garantem que a criança esteve realmente infetada com o VIH, ao responder positivo à presença do vírus no sangue em cinco testes, efetuados no primeiro mês de vida.

A investigação foi financiada pelo Instituto Nacional de Saúde norte-americano (National Institutes of Health) e a Fundação Americana para a Investigação da Sida (American Foundation for AIDS Research).

Contudo, este anúncio gerou reações entre os mais céticos, que acreditam que a criança nunca esteve realmente infetada e que os testes apenas deram positivo logo após o parto por a mãe ter o vírus. O caso também se torna bastante particular já que os médicos nunca parariam intencionalmente a medicação se a mãe não tivesse deixado de comparecer nas consultas, escreve o Los Angeles Times.

Em Portugal neste momento, por ano nascem mais de 250 crianças de mães infetadas pelo vírus da sida. Em 2010, último ano com os dados totais disponíveis, nasceram 264 crianças de mães com VIH, com a taxa de transmissão nos 1,9%, o que significa que houve cinco positivos para o vírus.

Atualmente estimam-se que existam 33 milhões de pessoas afetadas em todo o mundo, os dados são da ONS. Os números fazem deste vírus ser a principal causa de mortalidade.

Portugal é o país da Europa com maior número de casos de infecção, provavelmente pelas relações que mantém com diversos países africanos.

SIDA ou HIV: o que é?

É uma doença causada por um vírus: o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH ou HIV na língua inglesa) que ataca o sistema imunitário do organismo, destruindo a capacidade de defesa em relação a muitas doenças. O doente infetado pelo VIH fica progressivamente débil, frágil e pode contrair várias doenças que o podem levar à morte.

Como o Vírus se transmite

Através de contacto sanguíneo, relações sexuais e ou da mãe infectada para o filho.
É importante saber que o HIV não se transmite pelo contato social quotidiano, como pela respiração, tosse ou espirro, objetos (como pratos, talheres), alimentos, assentos de sanitários, picadas de insetos ou apertos de mão.

Cuidando a ter com alguém transportador do Vírus

Ao contrário do que se pensava no início da epidemia, a maioria das pessoas com HIV atualmente podem ter uma vida ativa por períodos prolongados. Na realidade, uma pessoa com o vírus não tem necessidade de hospitalização na maior parte do tempo, frequentemente se recupera da maioria das doenças com mais rapidez e comodidade em casa. Além disso, os cuidados em casa podem reduzir a tensão e os custos da hospitalização. As pessoas com HIV são afetadas pela doença de maneiras diferentes e em diferentes graus de gravidade.

Como evitar ser infectado pelo VIH

Use sempre preservativo em todo o tipo de relações sexuais, usar sempre seringas e agulhas novas, nunca utilizar agulhas ou seringas usadas, seja por razões de doença ou toxicodependência (neste caso, também não deve partilhar qualquer outro material usado na preparação da droga: algodão, caricas, colher, etc.), não partilhar objetos pessoais que possam estar em contacto com sangue, por exemplo: lâminas, escovas de dentes, tesouras, material de manicura.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s