Breves / Nacional

Para Durão Barroso Portugal é o culpado pela sua crise

“A Europa não é causa do problema, é parte da solução” garantiu o presidente da Comissão Europeia, numa intervenção gravada para a conferência TSF/OTOC que se realiza hoje.

Durão Barroso, primeiro-ministro entre 2002 e 2004, e actual presidente da Comissão Europeia, considera que a crise portuguesa está relacionada com opções económicas falhadas e comportamentos “erráticos” da banca e que as opções erradas que Portugal tomou nos últimos anos conduziram à crise actual, mas acredita que é possível restaurar a confiança dos investidores no país e “ganhar uma credibilidade” que permita “financiar-se por si mesmo”.

Durão Barroso esclarece que “não foi a União Europeia a causa da crise”, e sim os “comportamentos erráticos do sector financeiro – nalguns casos inaceitáveis e ilegais – e a “acumulação de erros em termos de acumulação de dívida pública a nível nacional” que conduziram à situação que a Europa em geral, e Portugal em particular, vive hoje.

“Juntos seremos mais do que a simples soma das unidades”, disse Barroso, defendendo que se a Europa quer “contar no mundo”, então a soberania “tem que ser partilhada” alertou também para a importância da entrada do país para a UE e o estatuto que o euro ganhou, sendo hoje “uma das duas grandes moedas de referência”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s