Nacional

35 freguesias portuguesas que já têm o seu cemitério on-line

Serviço foi criado há seis anos por uma empresa Portuguesa, a Cemitérios Online, que pretende alargar o negócio à Alemanha, Espanha e Brasil.

cemiterios


Das 34 freguesias que já o tinham feito, 19 são do Norte, 14 do Vale do Tejo e uma é das Beiras. (Imagem: http://www.cemiteriosonline.com)

As pessoas que têm entes queridos sepultados não precisam de se descolar para prestarem homenagem aos defuntos, boas notícias para quem vive longe dos cemitérios ou tem pouca mobilidade. Trinta e cinco freguesias permitem já que esse tributo seja prestado à distância de um clic.

Daniel Verde, o gerente da Cemitérios Online, diz que este serviço tem o “interesse de cada vez mais clientes e autarquias, que reconhecem as várias hipóteses de ajuda na organização documental dos cemitérios” proporcionada pela aplicação. A ideia é facilitar a gestão da logística destes espaços que, segundo o responsável, “estão muito desorganizados”.

O gerente do diretório vê um crescimento no futuro e adianta que o negócio vai alargar-se à Alemanha, em Outubro ou Novembro deste ano, sendo que também já foram sondados os mercados brasileiro e espanhol.

Cada cemitério tem uma página online, onde informa o internauta que pode “publicar um tributo gratuito com praticamente tudo o que esteja relacionado com a vida do seu ente querido”. Pode oferecer-lhe o upload de fotos, vídeos e textos, mas também encomendar o envio de flores, velas ou figuras de cera reis, através de empresas especializadas recomendadas no portal.

O site disponibiliza um formulário para se fazer a participação de falecimentos recentes às juntas de freguesia, também permitem consultar o nome de todas as pessoas que estão sepultadas no cemitério real, bem como as respetivas datas de falecimento e número e tipo de jazida.

A página inicial de cada cemitério online destaca de imediato as últimas inumações e as pessoas cujo aniversário de falecimento se assinala nesse dia. Qualquer um pode deixar mensagens de condolência, mas apenas os familiares ou donos das sepulturas registados têm uma palavra-chave que lhes permite publicar textos, fotografias e vídeos sobre o defunto.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s