Nacional

Mais violência em 2012

A APAV registou, no ano passado, 20.311 crimes, mais 10% face a 2011. Os dados constam do relatório anual da Associação e foram ontem divulgados.

APAV registou mais 11% de crimes em 2012, face a 2011(Fotografia da página oficial da APAV)

APAV registou mais 11% de crimes em 2012, face a 2011
(Fotografia da página oficial da APAV)

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima divulgou, ontem, dados preocupantes. Em 2012 aumentou o número de vítimas de violência doméstica e o número de utentes que procuraram ajuda na Associação.

Segundo a Lusa, só no ano passado a APAV apoiou cerca de 23.500 pessoas, valor que engloba as vítimas diretas e indiretas (familiares e amigos).

Violência doméstica

Nesta área, foram os maus tratos psíquicos que ganharam maior força, representando cerca de 36% do total de ocorrências. Seguiram-se os maus tratos físicos com uma percentagem de 26,7%.

O jornal i citou o documento da Associação que refere que “nos crimes de violência doméstica em sentido lato, foi o crime de violação de domicílio ou perturbação da vida privada que se destacou em 1,9% face ao total.”

Injúrias e difamação

Este tipo de crimes mais do que duplicou, registaram-se, em 2012, mais 861. O mesmo aconteceu com os crimes de natureza sexual que aumentaram 94,1%, são mais 128 crimes do que no ano anterior.

Crimes contra a vida

Crimes contra a liberdade pessoal como ameaças ou coação foram, nesta categoria, os que registaram os maiores valores, 26,2%. As ofensas à integridade física simples ficaram-se pelos 19,9%, os crimes de violação foram 3,1% e os crimes contra a honra 12,4%.

No ano passado, a APAV recebeu 887 queixas de crianças e jovens, entre os 11 e os 17 anos, vítimas de abuso sexual, destes crimes 579 foram cometidos em casa.  Recorreram à Associação 8.945 vítimas diretas destes abusos. Registaram-se, também, 4 casos de pornografia de menores.

Em termos geográficos, Lisboa foi o distrito com mais crianças e jovens vítimas de crimes, seguindo-se os Açores, Faro e Vila Real.

Delitos contra o Estado

57,1% foi a percentagem registada de crimes de abuso de poder e autoridade, aumentou 155% face a 2011. A falsificação de documentos registou valores de 27,5%. Aumentaram, também, os crimes contra o património: em 2011 ocorreram 44 casos e, no ano passado, 107. Também os crimes de abuso de confiança passaram de 22 (em 2011) para 91 em 2012.

Crimes rodoviários

No ano que passou registaram-se 28,3% de crimes de condução sob efeito de álcool ou drogas.

Patrícia Silva

Leia também o artigo relacionado:

Cada vítima de violência doméstica recebeu 1.400 euros em indemnizações, no ano passado

Anúncios

One thought on “Mais violência em 2012

  1. Pingback: Cada vítima de violência doméstica recebeu 1.400 euros em indemnizações, no ano passado | Clic_Etic_

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s