Breves

Portugal adopta recomendações da OMS sobre vírus fatal

Síndrome Respiratória Aguda Severa, é o nome da doença que afecta as vias respiratórias, a Organização Mundial de Saúde alertou para a fatalidade desde virús. A SARS foi diagnosticado em 12 pessoas no mundo, Portugal accionou os mecanismos de vigilância recomendados.

“Neste momento o risco é pequeno, porque o vírus não está disseminado”, afirmou Graça Freitas, da Direcção-Geral da Saúde.

Portugal “accionou, naturalmente, os seus mecanismos de vigilância”, traduzidos em alertas aos médicos para estarem atentos a qualquer sintoma e comunicarem de imediato qualquer situação às autoridades de saúde, explicou.

Os clínicos devem “confirmar laboratorialmente” qualquer suspeita e isolarem os doentes, caso de confirme a presença do vírus.

“São medidas de rotina”, frisou, especificando tratar-se de “um reforço” da vigilância. “Não é uma coisa completamente nova. O risco não é elevado”

Das 12 pessoas afectadas noutros países pela, cinco morreram, três na Arábia Saudita e duas na Jordânia.

Em 2003, uma epidemia de SARS matou mais de 800 pessoas quando se expandiu para fora da China, causando alarme na saúde internacional.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s