Nacional

Reconciliam-se Mário Soares e Manuel Alegre

Os dois líderes do PS fizeram as pazes depois de se terem afastado em 2005, quando foram adversários para a presidência da República. Seguro acredita que foi um marco importante para o partido.

O secretário-geral do PS, António José Seguro, assistiu ao reatar das relações e garantiu terem sido “de grande significado político” para o partido.

Seguro disse à Lusa ter tido o “privilégio de presenciar esse momento, que é um momento que reforça o Partido Socialista e que nos dá exemplos para as novas gerações seguirem.”

Os dois históricos socialistas afastaram-se há oito anos (em 2005), quando concorreram como adversários para a presidência da República.

Numa altura em que se tem questionado a união no Partido Socialista, reclamada por António Costa, Seguro defende que o PS é “um partido com uma grande história e é um partido ainda com mais futuro que a história que tem.”

Patrícia Silva

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s