Hiperlocal

Quiosque do cidadão começa na Guarda

O primeiro quiosque do cidadão de Portugal, uma alternativa à Loja do Cidadão, vai hoje ser inaugurado na freguesia de S. Miguel, na Guarda. Este é apenas o primeiro, o objetivo é abrir quiosques em alguns concelhos de pequena e média dimensão do país.

Racionalizar as despesas de funcionamento, aumentar a eficiência e reduzir os custos são três das principais razões que levaram o Governo a avançar com este projeto.

O jornal Região de Leiria, adiantou alguns dos serviços que estarão disponíveis neste Quiosque da Guarda: os cidadãos vão poder marcar consultas médicas, emitir certidões dos registos civis, comerciais ou de prédios, pagar o IVA e o Imposto Único de Circulação ou, ainda, pedir o Registo Criminal. A exceção será o cartão do cidadão, que não pode ser emitido neste espaço.

Feliciano Barreiras Duarte, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, vai inaugurar hoje, na Freguesia de S. Miguel, a primeira fase de um projeto piloto. Nesta primeira altura abrirão quiosques em mais quatro municípios: Borba, Ansião, Mortágua e Golegã.

“O objetivo é dotar a administração pública de um modelo de distribuição de serviços que se baseie na eficiência, na eficácia e na qualidade e que permita ganhos de escala relativamente a serviços prestados por entidades isoladas”, garantiu Feliciano Duarte num comunicado enviado ao Diário de Notícias.

Patrícia Silva

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s