Internacional

François Hollande defende mudanças na União Europeia

“Fazer economias, sim, fragilizar a economia, não”, defende o presidente francês, relativamente ao orçamento plurianual da União Europeia (UE).

Segundo a notícia avançada pelo jornal Público, François Hollande, que falou esta manhã num debate no Parlamento Europeu, mostrou a sua fé na Europa, embora critique que o tempo para tomar decisões seja demorado. Falou também sobre a importância do orçamento plurianual responder à necessidade dos países do Sul e Leste da Europa, que defendem, no mínimo, a manutenção aos níveis atuais de modo a poderem continuar a beneficiar das ajudas ao seu desenvolvimento económico, e também à posição dos países do Norte da UE (que são os principais contribuintes para o orçamento comunitário), que defendem o corte das despesas europeias. “Um compromisso é possível, mas tem de ser razoável”, defendeu o presidente francês, que considera que o orçamento europeu também deverá permitir “prolongar o pacto de crescimento e apoiar os europeus mais vulneráveis e mais expostos à crise”.

Tendo em vista a cimeira de líderes da UE, que decorre esta quinta e sexta-feira para fixar os valores do orçamento comunitário entre 2014 e 2020, Hollande defende um nível de despesas que assegure as políticas europeias, a preservação de uma política de apoio às regiões mais desfavorecidas – mais conhecida por “política de coesão” – de forma a permitir “que a totalidade da Europa obtenha vantagens em termos de crescimento da economia” e uma “política agrícola que permita reforçar uma indústria agro-alimentar preciosa para a Europa”, frisando que “não posso deixar pensar que a França não é favorável à limitação das ajudas agrícolas”, depois de muitas vozes se terem levantado acerca da defesa francesa da Política Agrícula Comum (PAC). Admitiu também “estar pronto a aceitar uma diminuição das ajudas diretas aos agricultores”.

François Hollande falou ainda, contra a ideia de uma Europa descartável, em que cada país apenas adotaria as políticas europeias que mais lhes conviesse, descartando as outras, como é defendido pelos conservadores britânicos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s