Nacional

Hélder Amaral quer clarificação do CDS-PP para a limitação de mandatos

Hélder Amaral defendeu hoje, em declarações à LUSA, que o partido deve definir a limitação de mandatos, porque podem estar em causa questões cívicas, éticas e morais.

Hélder Amaral(Fonte: www.parlamento.pt)

Hélder Amaral
(Fonte: http://www.parlamento.pt)

O líder distrital de Viseu, disse que não iria apoiar nenhum candidato que tenha atingido o limite de mandatos num concelho, e que se candidate a outro concelho. Mostrou-se chocado pelo apoio do seu partido (CDS-PP), à candidatura de Avelino Ferreira a Marco de Canaveses.

Para Hélder Amaral, “o partido devia clarificar. A questão pode ser jurídica, mas também deve ser cívica, deve ser ética e deve ser moral”, afirmou Hélder Amaral à Lusa. Acrescentando ainda que “acho que o partido tendo a melhor Câmara do país”, que é Ponte de Lima, “em termos de gestão, tem esse dever moral de não transformar o poder autárquico num poder onde o Estado de direito não existe, sem moral e sem regras”.

O deputado considera ainda que se deve “evitar um conjunto de interesses, de caciquismo”, porque tem de ser limitado o número de mandatos.

“É possível que no mesmo distrito o candidato passe para o concelho do lado, levando consigo essa teia de interesses que se tentou evitar? É possível que um candidato passe para o município do lado, com quem conflituava e tinha interesses conflituantes?”, questionou Amaral. Sustentando que “isso ajuda à transparência, à clareza e ao sentido ético que deve ter o serviço do poder local? Não me parece”.

O antigo coordenador autárquico defende que o CDS-PP deve esclarecer esta situação o mais rapidamente possível, Ja que o partido fez “uma determinada escolha numa determinada região do país e não faz outra e até dar um sinal que no resto do país que essa não seja a prática”.

“A candidatura de Avelino Ferreira Torres choca-me se não houver uma explicação que a sustente. O partido tem que dizer porque é que aceita um candidato que anterior recusou, porque anteriormente o candidato também não estava condenado”, esclareceu Hélder Amaral.

Avelino Ferreira anunciou há quatro dias a sua candidatura ao concelho de Marco de Canaveses, que já lhe valeu sete vitórias consecutivas em anos anteriores, pelo CDS-PP. Depois de em 2005 ter deixado a presidência da Câmara, para se candidatar ao município de Amarante, de onde é natural, como independente. Em 2009 dirigiu uma lista independente para se candidatar a Marco de Canaveses designada “Marco Confiante com Ferreira Torres”, onde conseguiu eleger dois vereadores.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s