Internacional

Ativista Filipino condenado por interromper missa

Carlos Celdran foi condenado a uma pena de um ano de prisão por interromper uma missa que se realizava numa igreja católica para criticar os bispos, por se oporem ao uso do preservativo.

Pena pode ir de dois meses a um ano de prisão(Fonte: http://photopin.com)

Pena pode ir de dois meses a um ano de prisão
(Fonte: http://photopin.com)

                       

Carlos Celdran, de 41 anos, foi na passada segunda-feira condenado a uma pena de prisão que pode ir até a um ano, mas o ativista já disse que irá recorrer da sentença para o Supremo Tribunal.

O Presidente das filipinas, Benigno Aquino, expressou a sua “simpatia” para com o ativista condenado que interrompeu uma missa, mesmo não concordando com os seus métodos para defender o direito ao planeamento familiar, revelou esta quarta-feira a imprensa local.

Benigno Aquino mostrou-se solidário com o acusado e, pediu aos bispos filipinos para seguirem o exemplo dos Papas Católicos e aplicarem a “generosidade e caridade cristãs” com vista a perdoar Carlos Celdran.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s