Nacional / Notícias

Mau tempo causa vítimas e prejuízos

Este fim-de-semana ficou marcado pela tempestade que se fez sentir. O vendaval provocou várias vítimas e prejuízos em várias zonas do país.

 

Mau tempo provoca falta de luz em casa de 100 mil pessoas.(Foto retirada do site: http://malijo-apicultura.blogspot.pt/2012/05/umas-fotos.html)

Mau tempo provoca falta de luz em casa de 100 mil pessoas.
(Foto retirada do site: http://malijo-apicultura.blogspot.pt/2012/05/umas-fotos.html)

Desde as 8 horas  da manhã de sexta-feira até à meia-noite de sábado, a Autoridade Nacional de Proteção Civil, contabilizou um morto, 22 feridos e 46 deslocados, já no domingo verificaram-se melhorias nas condições meteorológicas, registando assim poucas ocorrências.

Os distritos onde se verificaram mais pedidos de ajuda contabilizados pela Proteção Civil foram Lisboa com 2623 ocorrências, a seguir Coimbra com 957, Porto com 775 e Aveiro com 584.

O vento forte provocou a queda de árvores e de estruturas, com rajadas superiores a 120 km/h, a chuva causou 534 inundações e 279 deslizamentos ou desabamentos. Registaram-se ainda 207 limpezas de vias.

Os estragos no Norte foram muitos, principalmente nas regiões de Póvoa do Varzim, Vila do Conde e Esposende, que rondam prejuízos na ordem dos cinco milhões de euros.

Segundo a empresa EDP, a “larga maioria dos danos surgiram em consequência de árvores de grande porte derrubadas sobre as linhas”. “A sua remoção tem sido tarefa difícil, uma vez que os caminhos estão obstruídos e, por isso, obrigam a utilização de meios especiais, operação que tem sido efetuada com as equipas da Proteção Civil e dos bombeiros” e afirma também que continua com “alguns problemas nos sistemas de comunicação que dificultam as manobras de telecomando da rede elétrica e a comunicação entre as equipas”.

No total foram registadas 9463 ocorrências em todo o país.

Ontem em algumas zonas dos distritos de Aveiro, Coimbra, Castelo Branco, Leiria e Santarém a eletricidade faltou, a EDP Distribuição manteve cerca de mil pessoas no terreno, apoiadas com 400 viaturas, a trabalhar na recuperação da rede elétrica.

Depois do temporal deste sábado, vários edifícios ficaram destruídos, muitos acessos foram cortados e mais de duas mil árvores caídas na Serra de Sintra.

Hoje foram cancelados treze voos, com partida ou chegada nos aeroportos de Lisboa e do Porto.

O estado do mar provoca maiores preocupações, prevêem-se ondas de sete a oito metros em Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra e Leiria até às 15h de hoje.

 

Andreia Rodrigues

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s