Internacional / Notícias

França reforça ofensiva militar contra extremistas no Mali

O Presidente François Hollande anunciou, esta terça-feira, que a força Francesa enviada para o Mali para travar os avanços dos rebeldes islamitas vai ser reforçada com o envio de mais 2.500 soldados.

Soldados em Mali
(fonte:http://www.defense.gouv.fr/)

 

François Hollande afirmou que “neste momento temos 750 homens e esse número vai aumentar, para em seguida darmos o mais rapidamente possível lugar às forças Africanas”, disse Hollande numa visita à base naval onde estão os militares franceses, em Abu Dhabi.

“A França está na primeira linha”, referiu o presidente francês, que foi esta terça-feira aos Emirados Árabes Unidos numa visita em que procura o apoio de mais alguns países. Referiu ainda que “se não tivesse ido teríamos agora um Mali completamente ocupado por terroristas e outros países Africanos ameaçados”.

Na véspera do anúncio, o Conselho de Segurança das Nações Unidas apoiou em unanimidade a intervenção francesa no Mali, para impedir o avanço dos grupos de rebeldes islamitas. Ban Ki-Moon, secretário-geral da ONU, disse “esperar que a intervenção ajude a devolver à região a “ordem constitucional e a integridade territorial”.

O que levou a França a intervir no Mali foi o avanço dos rebeldes que controlam as províncias do Norte, onde fica a capital, Bamako. Outros países como a Inglaterra e Alemanha, comprometeram-se com o envio de equipamento ou pessoal de apoio para a missão que visa travar a expansão dos islamitas. Os EUA também enviaram ofertas de ajuda, ao nível do transporte e comunicações.

Dos outros países europeus, só a Bélgica e a Dinamarca se comprometeram com meios específicos. Os países da África Ocidental vão encontrar-se no sábado para discutir a crise no Mali. A Nigéria enviará 900 homens para o conflito.

O Golpe de Estado no Mali aconteceu em 2012 pelos militares rebeldes, que formaram o “Comité Nacional para a Restauração da Democracia e do Estado” (CNRDE). Mas na semana passada, os rebeldes começaram a avançar em direção a Sul, esse avanço foi impedido pelo exército do Mali, com o apoio das forças Francesas.

Tiago Torres

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s