Internacional

Suspeitos de violação na Índia dizem-se inocentes

Três dos cinco homens acusados pela violação e homicídio da jovem estudante indiana de 23 anos declararam-se, ontem, inocentes na audiência judicial do processo. O crime aconteceu em Nova Deli a 16 de Dezembro.

Manifestações contra os cinco suspeitos continuam na Índia.(Fotografia do morguefile.com, por Xenia)

Manifestações contra os cinco suspeitos continuam na Índia.
(Fotografia do morguefile.com, por Xenia)

O advogado Manohar Lal Sharma, responsável pela defesa dos arguidos no caso que chocou a Índia, garantiu, ontem, que três dos cinco arguidos se vão declarar inocentes em Tribunal.

A BBC avançou, ainda, uma declaração do advogado que afirmou que estes homens “merecem um julgamento justo” e acrescentou “eles vão alegar que não são culpados de nenhuma das acusações. Até agora, nada está provado”.

Para hoje está marcada mais uma audiência. Na Índia continuam os protestos da população que quer ver os cinco homens acusados condenados à pena de morte.

O Ministério Público do país garante que existem inúmeras provas forenses que incriminam os seis suspeitos, mas um deles ainda é menor e não pode, por isso, ser legalmente condenado.

As audiências decorrem à porta fechada segundo instruções da juíza Namrita Aggarwal.

Jyoti Singh Pandey foi espancada e repetidamente violada no passado dia 16 de Dezembro, num autocarro em Nova Deli, quando regressava a casa com o namorado. Acabou por morrer duas semanas depois num hospital em Singapura.

Guru indiano provoca população

Guru considera-se “o homem-Deus Asharam”Fotografia do Correio da Manhã

Guru considera-se “o homem-Deus Asharam”
(Fotografia do Correio da Manhã)

Na sequência de todo o caso, ontem, um guru indiano assegurou que a estudante podia ter evitado a violação se tivesse implorado clemência.

O guru apresenta-se como “o homem-Deus Asharam”, mais conhecido como “Bapu” pelos seus seguidores.

Num vídeo que colocou na internet, afirma que “esta tragédia não teria ocorrido se ela tivesse cantado em nome de Deus e caído aos pés dos assaltantes”.

Este homem de 71 anos indignou a população, os políticos e os media locais que lançaram duras críticas sobre ele.

Vídeo, legendado em inglês:

Patrícia Silva

Artigos relacionados:

Violadores da jovem que morreu na Índia em julgamento: https://jornalismoaudiovisual.wordpress.com/2013/01/04/violadores-da-jovem-que-morreu-na-india-em-julgamento/

Parlamento português condena violação e homicídio da jovem indiana: https://jornalismoaudiovisual.wordpress.com/2013/01/04/parlamento-portugues-condena-violacao-e-homicidio-da-jovem-indiana/

Pai da indiana violada revelou nome da filha: https://jornalismoaudiovisual.wordpress.com/2013/01/07/pai-da-indiana-violada-revelou-nome-da-filha/

Índia: cinco suspeitos de violação ouvidos à porta fechada: https://jornalismoaudiovisual.wordpress.com/2013/01/07/india-cinco-suspeitos-de-violacao-ouvidos-a-porta-fechada/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s