Internacional

Pai da indiana violada revelou nome da filha

Jyoti Singh Pandey – é este o nome da jovem de 23 anos violada na Índia no mês passado. O pai da vítima diz ter revelado a identidade da filha para que outras mulheres indianas tenham coragem para denunciar os abusos sexuais.

 

Fotografia retirada da página do facebook da jovem Jyoti Singh Pandey

Milhares de pessoas têm saído às ruas para se manifestar.
(Fotografia retirada da página do facebook em homenagem à jovem Jyoti Singh Pandey)

 

Na Índia, a identidade das mulheres que sofrem crimes sexuais não pode ser revelada. A lei protege o estigma social associado a violações, mesmo depois das vítimas morrerem. Mas o pai da jovem indiana que foi repetidamente violada e torturada por seis homens num autocarro em Nova Deli, capital do país, e acabou por morrer no hospital duas semanas depois, revelou o nome da filha porque, segundo ele: “trará coragem a outras mulheres que sobreviveram a ataques destes. Elas vão encontrar força através da minha filha”.

Em entrevista ao jornal britânico “The Sunday People”, Badri Singh Pandey, pai da vítima, acrescentou: “A minha filha não fez nada de mal. Ela morreu enquanto se tentava proteger. Estou orgulhoso dela”.

O crime, que aconteceu a 16 de Dezembro, tem mobilizado milhares de pessoas que protestam contra a atual lei indiana. Shashi Tharoor, ministro do Estado, concorda que estas mulheres devem ter mais proteção e já tinha pedido às autoridades que revelassem o nome da vítima para que fosse usado na nova lei anti-violação que está a ser preparada.

O ministro da Educação Infantil também se manifestou sobre este assunto: “A menos que os seus pais se oponham, ela deve ser honrada e a revisão da lei anti-violação deve ser batizada com o seu nome. Ela era um ser humano com um nome, não apenas um símbolo” – afirmou.

Uma vez que a lei ainda não foi alterada, neste momento não se sabem quais as consequências que Badri Singh Pandey, de 53 anos, poderá enfrentar por ter revelado o nome da filha.

 Patrícia Silva

Artigos relacionados:

Violadores da jovem que morreu na Índia em julgamento: https://jornalismoaudiovisual.wordpress.com/2013/01/04/violadores-da-jovem-que-morreu-na-india-em-julgamento/

Parlamento português condena violação e homicídio da jovem indiana: https://jornalismoaudiovisual.wordpress.com/2013/01/04/parlamento-portugues-condena-violacao-e-homicidio-da-jovem-indiana/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s